Translate

Pesquisar este blog

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Um Passo Da Felicidade






Postagem 87 de Livros do Edson:

 A Um Passo da Felicidade


Roger Waters:

What was Done is Done

(O que foi feito está feito)



    Arde no peito do mundo uma sede que não sacia quando o líquido desce pela garganta, nem ao se consumir os líquidos de todas as cataratas, em os oceanos dessalinizados, nem as enchentes, nada disto sacia a sede que há no peito do mundo.

    Falam que se trata de aquecimento global, fenômenos climáticos, era de transformações, dizem até de partos e nascimentos de novas humanidades - mas, querem saber, mesmo, não deve ser nada disto, não, estavam todos enganados, todos nós deveríamos ter-nos entorpecidos pelo cheiro de éter em demasia que há no mundo, e queridos, quem lança o éter no mundo, quem produz o éter? Não falamos do éter do Éden, falamos antes do éter do tinner, o éter da cola de sapateiro, do éter do loló, do éter da pólvora que fica na mão daqueles que assassinam inocentes, dos que pagam pelo que os outros querem cometer.

    Assim dizemos, Não prezados, nada disto! Hoje não iremos culpar os deuses, nem os diabos, já dizíamos que estávamos nos cansando de essa ignominia que se tornou as seitas e crenças pós 2010. E agora cada dia fica mais claro, são as pessoas, elas são culpadas por tudo que nos entorpece, nos consome e nos leva ao abismo das trevas e da ignorância - ou vocês acham que um lugar assim é só lendas? Tudo vai para algum lugar, e cada um  vai até onde pode ir, porque exatamente assim quis.

    Mas não se engane não são só as pessoas as culpadas, não tanto quanto nós mesmos também somos, porque a sede do mundo vem de nós mesmos, e ela se chama vaidade, orgulho, egoísmo, cupidez e interesse mesquinho.

    Rebanho: Pessoas se ajuntam a pessoas que atraem mais pessoas → esse é o princípio das guildas, das famílias grandes, das seitas e das sociedades. O oposto ao Rebanho é o Nietzschiano (O solitário → "_Vem por aqui! _Não vou por aí"F.P.).

    Vaidade: Há quem perca tempo demais em cuidar de seu próprio corpo e de sua aparência, geralmente, são aqueles mais apegados a matéria, a carne, do que a alma, ao espírito. O oposto ao Vaidoso é o Indiferente a Aparência.

    Orgulho: Ser orgulhoso é olhar apenas as suas capacidades e não considerar as capacidades alheias, o orgulhoso não repensa e geralmente considera-se o certo, em todas as ocasiões. O Oposto ao Orgulho é a Humildade.

    Egoísmo: Pra que pensar nos outros, se posso pensar só em mim? Esse é o típico raciocínio do egoísta, do mesmo modo como o egocêntrico ou é o centro das atenções ou não é nada, ou o egoísta tem tudo ou nada lhe agrada. O oposto ao Egoísmo e o Altruísmo.

    Cupidez: Mais do que dizer de ambição ou cobiça, da cupidez, diz-se de pessoas que utilizam os outros para atingirem os seus objetivos, ou seja, para essas pessoas, o sentimento dos outros nada importa, mas sim, o que a pessoa com cupidez pode realizar. Antigamente, os donos do capital eram conhecidos por sua cupidez, ainda é assim, mas agora, muitas pessoas utilizam-se deste recursos, junto com as troca de favores, para conseguirem seus objetivos. A cupidez é ambição, mas a ambição que utiliza outras pessoas e recursos para se alcançar. O Oposto a Cupidez é o Indiferente aos Bens.

    Interesse Mesquinho: Resumidamente, são aquiles hábitos que nos empurram para baixo mas não conseguimos nos livrar deles. Algumas pessoas não tem discernimento para distinguir entre um interesse mesquinho ou não. O Oposto ao Interesse Mesquinho é o Auxílio do Anonimato.










Cartazes do Post:


Ganhei




Dizeres (Frase): Eis que é Chegada a minha hora.





A Sua Cruz




Dizeres (Poema): Tal como o Mestre da Luz,

Cada Um de Nós,

Deve Carregar a sua Cruz!


 E nem só, apenas porque,

 Aparentemente, Alguém,

 Não carregue a sua cruz,

Não quer dizer que esse alguém,

Não pertença a turma de Jesus!


Respeite a Cruz Alheia,

Seja ela na visível tristeza

Ou na ilusória alegria,

E Tenha Absoluta certeza:

Esteja com Ele, Como Os

Outros devem estar.





Arte do Post: Hex_Bra / Bra_Hex

(3 Momentos)

No Dia 07 de Julho de 2014, exatamente sete anos depois da estreia na Boate Medieval como dj residente, que só durou quarenta dias, graças ao nível do alcoolismo do dj edsonnando, naquela época, resolve-se "pintar" (ou programar o computador para pintar) um quadro com a temática "Copa, Brasil Hexacampeão". Só que a Sra Alemanha, resolveu mostrar (mais uma vez) o que tinha vindo fazer na Copa 2014, e fez apenas um sete a um no Brasil. O sonho do Hexa Despedaça-se, acabou, só daqui há...

    Bem, assim, três momentos de uma pintura deste sonho:

  • O Primeiro, representa a esperança de ver o Brasil seis vezes campeão mundial, em um campeonato em seu país; 

  • O segundo quadro diz dos distúrbios claros que os jogadores enfrentavam em meio ao jogo, como se além de duelarem fisicamente com seus oponentes, também tinham um duelo de psiquê, ou seja, mantinham em meio ao jogo, uma reflexão profundas em seus seres, mas desconfiamos que no meio do jogo não é hora disto (exceto no RPG);

  • E o terceiro quadro, por fim, representa a esperança quebrada do sonho perdido, ou simplesmente, o acordar para a realidade e enxergar a supremacia dos um time, em relação a outro.



Bra_Hex (Original Paint)


feita em 07/07/2014


Bra_Hex - Disturb


feito em 08/07/2014 às 21:30


Bra_Hex - Broken


feito 08/07/2014 às 20:55

Artes feitas por edsonnando,  o autor do Blog.

[curiosidade: utilizando os n efeitos, para se fazer esses quadros, notem que a Luz foi a única forma que pouco se alterou nessas transformações, ela pode até ter mudado de lugar, mas está nas três imagens, quase com a mesma forma e cor - notem que não há como controlar isto, e uma vez aplicado o efeito, não é possível não permitir que um dado elemento não sofra a transformação, exceto se isolar esse elemento e retirá-lo da seleção que passa pela transformação de imagem - mas a luz não foi excluída, e foi a única que resistiu aos turbilhões das n transformações - coincidências...? n vezes? E na terceira imagem foi usado um efeito, comum no Linux, o Cor para Alpha, alpha é a transparência das cores, onde foi selecionado o branco (ffffff ou C0, M0, Y0, K0) e ele se tornou alpha 100%, transparente, sumiu da imagem em transformação, mas mesmo assim a luz ficou depois da imagem transformada, e note ainda, e finalmente, que no lugar do branco foi posta, por baixo para mesclar, uma camada da imagem original hexa-bra, mas dessaturado, ou seja, em tons de cinza.]




Bônus



Scene_Blender → figura 3D









 Objeto odg (criado em OpenOffice) → De traço para efeito 3D







Degradê → Criado para o BRA-HEX






Muito Obrigado pela sua visita,

Por favor, ajude-me a divulgar este blog,

 mantenha o contato comigo: #eisqtah


Até mais. Saudades.





Pra Fechar

    Abaixo, sugestão de equalização para ouvir uns sons de Club garage Style.




Um comentário:

obrigado por comentar, seu comentário será publicado sem passar por moderação.