blog de Escritor: Edson Fernando



(interação: Aperte CTRL + ou CTRL - para ajustar o modo de visualização)
Aproveitando as imensas facilidades do mundo on line e, também, aproveitando o imenso conteúdo que tenho de material escrito, resolvi transcrever uns livros on line.
É um projeto longo, acho que vai levar um tempo, mas as semente foram lançadas. E ora, os frutos, os frutos serão os mais variados possíveis, como agregar novos leitores e aumentar a minha visibilidade,além de proporcionar um pouco de diversão e cultura gratuitamente a todos vocês.Espero que gostem!

Boa Leitura, Leitores Amigos.

Esta publicação confirma a minha propriedade do Web site e que este Web
site respeita as políticas do programa e os Termos de utilização do Google
AdSense. partner-pub-0072061571065124

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported License.






Visualizar perfil de Edson Souza no LinkedIn




Translate

Pesquisar este blog

Seja Bem Vindo, Amigo, Por Muito Tempo Lhe Esperei, agora, Fique à Vontade!

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Educação da Gestão



A Imensa Educação da Alta Gestão



“Pelos níveis de linguagem melhor se expressa a quem se direciona a mensagem referente.”
Livros do Edson / Edson Fernando




EDITORIAL
Esta é a cidade em que vivemos: temos um espaço em comum, semelhanças físicas e turbilhões de mentalidades que às vezes se chocam e que outras vezes, condizem-se. Que maravilha! Isto é a sociedade, não existe uma sociedade 100% igual. Por vezes, pensamos em criar guildas, formar associações, gangues, grupos de rua ou de hobbies, trupes de teatro, grupos de pesquisa, o que quer seja isso: congregar-se, afiliar-se. Isto é ruim, é segregar, sim! E mais, em muitos grupos fechados, coisas piores são feitas e de duas há uma: ou os governantes sabem e não fazem nada ou não sabem de nada (muito comum no Brasil). Muitos argumentam que se unir com seus semelhantes não é nada de errado, mas assim, muitos estimulam o preconceito, a zombaria dos outros e a não aceitação plena do espaço do outro no mundo, com estas práticas de antes da Idade Média.
Este blog é a favor da livre manifestação filosófica, sexual, cultural, étnica, intelectual e social; estimula o avanço mental e o auto conhecer-se sem máscaras ou facetas forjadas; temos que almejar a essência mais profunda em nós mesmos, buscar aquilo que sabemos, mas que achamos que esquecemos ou que então, pior ainda, acreditamos apenas naquilo que os outros dizem ser o melhor, a verdade, o certo, e com isto, querem nos manipular...
Somos a favor da liberdade, da verdade, da arte, da ciência, da instrução, da paz, do amor, da amizade, das uniões verdadeiras, mas que não segregam (jamais!), mas que cada vez mais trazem união, equilíbrio e possibilidades de viver em um mundo melhor.
Nesta postagem, um pouco do comportamento do jovem sem um correto apoio dos pais ou da escola (da sociedade, como um todo, por que não?), que se perde em transgressões, em ideias erradas de um mundo que estimula o consumo, a disputa e a posse e não reza vela tanto pela a caridade, a instrução, a orientação e a responsabilidade; mas vivemos a dizer que o mundo está nascendo novamente, a cada dia e que as práticas sustentáveis, ecológicas, as práticas de responsabilidade social e bem viver em sociedade serão cada dia mais aceitas e quistas; respeitando deveres e obrigações, ambos, suscetíveis ao rigor da lei, onde deveriam viver juntos, naquilo que somos, com aquilo que de certo modo, combatemos – senão pela agressão física, ideologicamente. Se a gente não conseguir aprender a conviver, então não haverá nada mais que podermos aprender.





TEXTO: A Educação e a Gestão


     Tem quem acredite que quem é bem estudado, tanto pior é quando comete um crime. Dizem, assim, que é compreensível que um pobre coitado, morto de fome ou de vontades, queira (e possa até mesmo) roubar algo para lhe aliviar as dores e o sofrimento. Mas um homem culto e instruído, quando comete crimes de gestão, do colarinho branco (geralmente corrupção, evasão fiscal, improbidades administrativas, decoro parlamentar entre outros) atribuem-lhe mais falta de vergonha na cara, porque não lhe faltam o básico nem o supérfluo, então porque tirar do pobre ou da empresa ou do Governo? Quando um alto funcionário, um político ou uma pessoa de posses elevadas vem a cometer crimes financeiros (ou mesmo de falta de amor ao próprio) a impressão que se tem é que o povo revolta-se mais, isto quando entendem, porque há um sério problema de comunicação (mensagem e referente -> emissorreceptor e canal) no Brasil, na América Latina, talvez na Rússia e muitos outros lugares do mundo, porque não convêm que todos nós falemos a mesma língua. Por isto esse blog usa esta linguagem: por ser a mais adequada que acredito, e por assim, poder ser mais bem traduzida pelo Google Tradutor ou outra ferramenta de tradução, isto tem ainda  a ver com nossa compreensão e como devemos de fato, comunicar-nos.  Claro, num processo linguístico, sempre pode haver falhas (escrevemos palavra errada, a frase não ficou exatamente como foi pensada ou há questões gramaticais que impedem que a comunicação flua bem – no âmbito da escrita –; e, também, pode ter sido dita palavra ou sílaba errada, pode ter havido alguma entonação estranha na fala que causou incertezas no interlocutor, etc e tal – no âmbito da fala). Pelos níveis de linguagem melhor se expressa a quem se direciona a mensagem referente. Quanto menor a educação do indivíduo (grupo de indivíduos) menor as possibilidades de adequação dos níveis de linguagem, e mais coloquial e segmentada (com gírias) será a conversa. Todavia, alto nível educacional não garante a pessoa expressar-se adequadamente e nem que terá altos índices de padrões éticos – ainda que seja um doutor ou um mestre, a pessoa é um ser humano, que pode ter inclinações a tendências positivistas, iluminadas, de boa índole; quanto pode ser alguém com tendências negativistas, de mau convívio social e de desgaste entre seus semelhantes.
      Mas na rua não se ensina isto, isto não é dedicado nas conversas da banca. Como afirmamos: a muitos interessa que as coisas não sejam esclarecidas e mostradas; mas a verdade deve prevalecer e tudo que é oculto há de ser exposto, segundo as próprias palavras do Cristo, em profecia a João. Enquanto se viver nas ruas, se se importar pelos rachas de carros e motos, pelas disputas de todo o tipo (quem bebe mais, quem namora mais, quem se afunda mais na lama, etc), enquanto houver as rixas territoriais, as brigas ideológicas, mais e mais prolifera a corrupção, por exemplo, porque é exatamente isto que querem que sejamos desunidos; que vivamos vidas particulares, com disputas infundadas contra nós mesmos (ou quem poderia ser um de nós); enquanto vemos a ponta do iceberg da corrupção pelas farpas entre partidos e políticos. Quando chega à mídia um caso assim, é que houve um descontentamento entre os próprios integrantes do esquema, algum erro foi cometido ou a Polícia de Inteligência trabalhou corretamente (no Brasil: Polícia Federal, ABIN, Ministério Públicos, em alguns casos, Poder Judiciário etc.). Mas isso não indica que o esquema acabou e nem que toda a verdade venha a ser conhecida, ao menos por enquanto. A questão é muito complexa e não nos aprofundaremos mais nesse momento. Porém é interessante que seja fixada a mensagem: enquanto o povo (seja acadêmico, técnico, operário, telemarketing, profissionais do sexo, religiosos) permanecer atento apenas a suas vidas particulares e não tiver uma consciência e uma comunicação clara e completa entre todos os seus membros, sobre as falcatruas, corrupções, mandos e desmandos, estes vão continuar. Quando nós falarmos abertamente sobre as consequências de atos governamentais inconsequentes, verdadeiramente, o Brasil estará num caminho de ir muito, certamente, mais muito mais à frente. E isto vale a muitos outros casos: devemos parar de nós odiarmos como seres humanos com algumas diferenças, e nos amarmos mais como cidadãos que queremos um país melhor para os netos de nossos netos.
        Há ainda, infelizmente, que gay é lixo, que lésbicas são mulheres recaladas e machonas; que índio e canibal, que muçulmano é terrorista,  sambista é ladrão, viciado em crack precisa morrer e que quem vende droga deve morrer: claro que tudo isto é mentira, são ganâncias que dia a dia causam muitas dores sofrimentos no mundo. Ensinam que os membros de uma religião vão aos Céus e que os fieis de todas as outras religiões vão arder no Inferno. Que umbanda é errado e que evangélico são certos. Mentira, mentira e mais mentiras. O mundo deve convergir  uma grande diversidade e todo e qualquer pensamento retrógrado deve ser banido, a Sustentabilidade (Responsabilidade Social, Questão Econômica /Financeira e a Governança) e a Responsabilidade Ambiental devem cada dia mais prevalecer; e inciativas como Eco 92, Protocolo de Kyoto, ISEGRI e SA 8000 Standart 2014 devem surgir nos quatro cantos do planeta. E quem não estiver dentro deste NOVO MERCADO terá dificuldades de existir, de vender, de comprar e de crescer economicamente, com respeito social e ambiental.
     A Educação do Gestor nada mais é do que o mais alto nível de eloquência, de clareza, de elegância, de domínio textual e contextual. Entendemos como gestor um profissional competente que não se permite vender por valores quaisquer que sejam, e sabe que sua postura e suas atitudes, e que suas tomadas de decisão influenciam a vida de milhares de pessoas; e sabem respeitar todas estas condições; e limitarem-se quando assim exige o cargo qual ocupa – sempre de acordo com os mais altos critérios de seleção e desempenho, segundo gostamos de acreditar. O verdadeiro gestor, ou o mais próximo disto, preocupa-se com as pessoas em suas decisões, sabe ponderar as questões de cada lado; mas opta, por também confiar em suas aptidões e talentos. Ele confia em seu trabalho e tem orgulho e DIGNIDADE disto. De nada adianta ter tanto conhecimento e realizar um trabalho quebrado, apenas assinando e não atestando a verdade de tais documentos, peças; enfim, usar o crédito de uma profissão ou de um registro profissional para trazer mais práticas obscuras e parciais ao mundo, é uma atitude sem sentido; ainda mais quando todos convergem para ordens maiores e padrões mais elevados; e não velhos hábitos sem sentidos, repetições insensíveis e pensamentos retrógrados.

      Os desafios do mundo contemporâneo e futuro exigem respeito mútuo; conformidade social e legal; transparência, atitude e posicionamento pró ativo; enfim, a construção da nova realidade das coisas aguarda as ações de implantação, controle e reavaliação de práticas éticas, sustentáveis e responsáveis comunitariamente.



SONS DO POST

SET SERIOUS FRIEND



SET TROPICALIAN [ELECTRONICFOLK








CONTABILIDADE E CONTROLADORIA





DICAS SOBRE EMPREENDER


Todas as coisas tem um tempo certo de acontecer. Independente do tamanho de sua empresa, ela tem apenas três opções de vida: crescer, estagnar ou quebrar. Ela pode ser uma start-up; uma joint venture, enfim, ela pode ser uma ME, LTDA., MEI, EPPS – sim uma PME, pequenas e médias empresas; ela pode ter um capital próprio, de terceiros, enfim, ela pode ser quase tudo, mas sem controller ela terá menos condições de crescer; e mais condições de estagnar, senão quebrar. O controle que se refiro aqui, em EPPs, abrange Gestão: Planejamento e Controle. Contabilidade Gerencial: Sistemas de Informações contábeis e / ou demais providências legais / tributárias.
E mais uma vez, falaremos de Gestão em Epps:
Amanhã, dia 18 de abril de 2015, vai ser lançado nacionalmente o Qipu, uma APP – aplicativo, para iOS,Android e Windows Phone - veja mais em:
·       Diário Gaúcho, matéria informativa sobre o novo APP do SEBRAE e do Buscapé que oferece várias notificações ao microempreendedor, além de auxiliar na elaboração de planilhas para servir de base a Declaração Anual de Informações Sociais e pagamento de impostos(RAISDAS-MEI, etc)| LINK AQUI |;
·       O Site do SEBRAE também trata do assunto no aplicativo Qipu | LINK AQUI |;
·       OUTRO LINK que desejo recomendar é sobre o Artigo Gestão de Si e Empreendedorismo, de FelipeViscensi Duarte, que se encontra em O repositório digital da LUME UFRGS | LINK AQUI |.

A Gestão é muito importante e fundamental para o bom andamento de uma entidade contábil, seja ela qual for: não me canso de dizer e pensar isto!
Este blog tem muito conteúdo sobre o tema, mas ao contrário do que se espera nenhum, ou quase nenhum destes conteúdos estão prontos:
1.          A Gestão é “pessoal” para cada empresa. Cada empresa tem sua gestão baseada no planejamento estratégico; em EPPs, uma gestão baseada em um plano de ação já é suficiente; mas a técnica que proponho de gestão em EPPs é orientada a apreciação do dono da empresa, ou seja, deve servir para que o proprietário melhor tome suas ações em relação a sua empresa, além de ter que sugerir algumas modificações ou adequações.
2.          A Controladoria, a Gestão esteve presente nas grandes empresas desde a década de 50, e se popularizaram com o barateamento dos computadores a partir dos anos 70. No Brasil, em 2003, começou a se propor ações de Gestão em PME. Entendemos que as mudanças contábeis pós 2007 e as constantes alterações fiscais tributárias no Brasil pós 2010 tendem a atrair mais ainda a atenção da Gestão para as pequenas e médias empresas.
3.          A questão do custo dos serviços, da relação custo benefício, pode se desenvolver de modo mais normativo com o uso de APPs públicos, ou mesmo com políticas de incentivos à inovação e a adequações mercadológicas, por parte do Poder Público; outras opções, também poder haver, mas sempre dentro da legalidade e das práticas aceitas comumente no mercado como ética.

A gestão (controladoria) em EPPs tem várias aplicações. Descobrir margem de lucros, fazer o correto cálculo dos preços dos produtos e serviços, do fluxo de caixa, das datas de entradas e saídas, investimentos, etc. Pode ainda confeccionar, ou auxiliar na elaboração de DRE(Demonstrativo de Resultado do Exercício); DFC (Demonstrativo de Fluxo de Caixa), BP (Balanço Patrimonial), BS (Balanço Social), DVA (Demonstrativo de Valor Adicionado), LALUR (Livro de Apuração do Lucro Líquido – a atua legislação acabou com o LALUR, por agora ser tudo digital), senão para fins fiscais e obrigatórios, para servir de importantes ferramentas da tomada de decisão; ou para a comparação da empresa em cenários alternativos ou mesmo o comportamento da mesma, hipoteticamente, em outras condições  e regimes de tributação; entre outros...
Sobre o LALUR, a publicação da  Instrução Normativa RFB 1.353/2013  fez com fosse criada e escrituração Digital do Imposto de Renda e da Contribuição Social sobre lucro líquido (IR - CSLL); e como oLalur servia a apuração dos mesmos, em tese, o Lalur foi extinto, mais ele ainda pode oferecer as informações gerenciais ao qual se propunha. A DIPJ também foi extinta neste processo.
Outro ponto da Gestão, com tudo digitalizado, as técnicas de controle ganham outra dimensão, ganham mais agilidade, transparência e, se existe certas dificuldades de adaptações, sempre, ao final das adequações, a desenvolver dos trabalhos ocorre de modo mais preciso e eficiente.
O caminho da sustentabilidade, passa pelo correto acompanhamento gerencial e de controladoria, mesmo aos pequenos empresários e microempreendedores individuais.
Veja mais links sobre a extinção do LALUR:
·       Site Sispro LINK AQUI;
·       Site SPED Brasil LINK AQUI FORUM;
·       Site SPED Brasil LINK AQUI Matéria;
·       Site CRC DF LINK AQUI;
APP Qipu


LOGO DO Sistema SIMPLES de Tributação nacional:


Imagem de Totvs - Sistemas ERPs (de Gestão, Fiscal, Controle, RH) Para empresas de diversos portes e segmentos. Totvs é Software  pago, mas tem versões demonstrativas.


MUITO OBRIGADO POR SUA VISITA, Volte sempre. Agradeço por compartilhar e comentar o blog. Até mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigado por comentar, seu comentário será publicado sem passar por moderação.